Jovem solista e maestro lituano no concerto da Ospa deste domingo

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre leva ao palco mais uma representante da nova geração da música erudita brasileira em seu Concerto para a Juventude deste domingo (08), às 11h, no Salão de Atos da UFRGS, com entrada franca. A pianista Lígia Moreno foi uma das vencedoras do Concurso Ospa para Jovens Solistas, Regentes e Compositores de 2011. Nesta apresentação, ela e a orquestra estarão sob a batuta do maestro Robertas Servenikas. O lituano que estudou no Conservatório de São Petersburgo, na Rússia, vem para reger um repertório dedicado aos compositores russos.

O trabalho da brasiliense Lígia Moreno tem sido reconhecido: recebeu mais de vinte premiações em concursos nacionais e internacionais, e se apresentou em importantes salas de concerto no Brasil e no exterior. À frente da Ospa, ela vai interpretar o Concerto para piano nº 2, de Serguei Rachmaninoff (1873-1943). Antes de se dedicar à composição, Rachmaninoff também foi um jovem pianista virtuoso, o que lhe permitiu viajar para diversas partes do mundo. A criação de sua obra deu-se em um momento difícil, depois que sua Sinfonia nº 1 foi recebida com vaias em sua estreia. O compositor enfrentou a nova empreitada começando pelo fim. Escreveu o segundo e o terceiro movimento, levou a público e, depois de sua aprovação, compôs a primeira parte. Por fim, dedicou a seu terapeuta esta que se tornou uma das obras-primas do gênero.

O programa conta também com a execução da abertura-fantasia Romeu e Julieta, de P. I. Tchaikovsky (1840-1893). Baseada na tragédia de Shakespeare, a obra inicia com um tema de caráter religioso, que descreve Frei Lourenço, e prossegue com um allegro, que sugere a luta entre as famílias Montecchi e Capuleto, sucedido, finalmente, pela música de amor. O compositor criou três versões da obra até chegar ao resultado desejado. A última delas, que será apresentada pela Ospa, data de 1880.

Concurso Ospa Jovens Solistas

O tradicional Concurso Ospa para Jovens Solistas, Regentes e Compositores é realizado há mais de 20 anos e já revelou inúmeros talentos da música que são conhecidos do público hoje. Alguns exemplos disso são o atual diretor artístico da Ospa, maestro Tiago Flores, que foi vencedor do concurso em 1988, e o regente do Coro Sinfônico da Ospa, maestro Manfredo Schmiedt. Além deles, instrumentistas que agora têm carreira internacional, como o pianista Alexandre Dossin e o violinista Carmelo de los Santos, foram premiados no concurso. O objetivo do concurso é oportunizar que jovens músicos passem pela experiência de se apresentarem com uma orquestra, projetando novos talentos no cenário artístico.

Destinado a candidatos brasileiros ou estrangeiros, residentes no Brasil ou exterior com até trinta anos de idade, o concurso recebeu, em 2011, mais de cem inscrições provindas de Estados Unidos, Europa e diversos estados do Brasil. Depois de várias etapas de seleção, onze jovens músicos foram premiados, e todos serão convidados a participar de concertos da Temporada 2012 da Ospa.

Lígia Moreno – piano

 

 

Detentora de mais de vinte premiações em concursos nacionais e internacionais, a jovem pianista brasiliense iniciou os estudos de piano aos cinco anos de idade. Aos dez anos de idade, apresentou-se com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, da qual é solista convidada com frequência. Concluiu no ano de 2004 o bacharelado em piano pela Universidade de Brasília. Em 2006, foi laureada no II Concurso Internacional Grieg-Nepomuceno, e empreendeu turnê pela Noruega. Lígia tem se apresentado nas mais importantes salas de concerto no Brasil e exterior, sempre obtendo grande sucesso de público e crítica. Como camerista, tem tocado com vários artistas brasileiros e estrangeiros, sendo membro do Appassionato Trio, vencedor do II Concurso Nacional Luís Thomaszeck.

Robertas Servenikas – maestro

O maestro Servenikas está entre os maestros lituanos mais talentosos e profissionais de sua geração. Em reconhecimento às suas realizações, ele recebeu o Lithuanian National Arts and Culture Prize, em 2005. Após se formar em regência coral, orquestral e operística, Servenikas começou a trabalhar na Lithuanian National Symphony Orchestra (LNSO) em 1993 e, no ano 2000, foi nomeado o regente assistente da orquestra. Além disso, é regularmente convidado a conduzir outras orquestras, como a Sankt Petersburg Philharmonic, a Slovenian National Opera, a Russian State Symphony Orchestra, a Israel Camerata e a Royal Philharmonic Orchestra. Já atuou com alguns dos solistas mais reconhecidos do mundo, e o renomado pianista russo Denis Matsujev elegeu Servenikas como seu regente preferido, entre todos os maestros contemporâneos. Em fevereiro de 2008, Servenikas foi nomeado o Diretor de Música do Lithuanian National Opera and Ballet Theatre. Desde aquele ano, ele vem sendo convidado regularmente ao pódio da Munich State Opera.

 

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura. Os concertos da Temporada 2012 são patrocinados pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, Vonpar, Ipiranga, Gerdau, Souza Cruz e Brasília Guaíba. A realização é da Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Serviço:

O que: Concerto para a Juventude

Quando: 08 de julho (domingo), às 11h

Onde: Salão de Atos da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110)

Entrada franca

 

Texto: Ana Laura Freitas

Edição: Asscom Sedac