Museu Julio de Castilhos sedia lançamento de livro sobre Luciana de Abreu

O livro Luciana de Abreu, do escritor Benedito Saldanha, será lançado na próxima terça-feira (18), às 19h, no Museu Julio de Castilhos, instituição museológica da Secretaria de Estado da Cultura.

 

 

Ao lado de Apolinário Porto Alegre, Caldre e Fião, Múcio Teixeira e outros intelectuais, a professora Luciana de Abreu foi uma grande educadora e conferencista, que levou ao público ideias pioneiras como o acesso das mulheres aos cursos superiores.

Além disso, sua história de vida apresenta uma peculiaridade: ela foi abandonada na famosa “Roda dos expostos”, da Santa Casa de Misericórdia. Um momento triste que, de certa forma, torna mais bonita sua trajetória, que é rica de dedicação e brilhantismo, o que justifica a obra, dando sequência à Trilogia do Partenon Literário.

O livro reproduz, na íntegra, seus principais momentos na tribuna do Partenon: uma preleção e dois discursos, nos quais se veem páginas da eloquência e da oratória que arrebatava grandes plateias na Porto Alegre do Século XIX. De “enjeitada” a educadora de grande reputação, Luciana foi uma mulher à frente do seu tempo e sua voz não se calou após seu desaparecimento, pois continua até hoje ecoando nas diversas manifestações das mulheres do século XXI, na luta permanente pela igualdade social entre homens e mulheres, e no desafio constante da conquista plena da cidadania.

 

Serviço:

O que: Lançamento do livro Luciana de Abreu

Quando: 18 de dezembro (terça-feira), às 19h

Onde: Museu Julio de Castilhos (Rua Duque de Caxias, 1205 – Centro – Porto Alegre)

Entrada franca

 

Texto: Asscom Sedac