Equipamentos Culturais do Estado são Top of Mind

CCMQ + Theatro São Pedro -  versão 4Apesar dos tempos de crise, a Casa de Cultura Mário Quintana e o Theatro São Pedro mantém-se como alguns dos espaços culturais mais queridos dos gaúchos. A informação veio da pesquisa Top of Mind, da revista Amanhã, que na última terça-feira (13) divulgou os vencedores. A Casa de Cultura Mario Quintana foi agraciada na categoria Centro Cultural, com 51% dos votos, ampliando sua vantagem com relação ao ano anterior (39%), o que comprova que a criatividade e o dinamismo em organizar atividades diversas estão surtindo efeitos positivos.

Vale lembrar que a Casa foi um projeto consolidado no governo de Pedro Simon, transformando-se num equipamento que gerou um efeito replicante: a partir dela outras cidades do Estado passaram a escolher prédios históricos, conservá-los, restaurá-los, e transformá-los em locais promotores de cultura local.

Outra questão é que enquanto muitos centros culturais do país diminuem as atividades e, em alguns casos, fecham suas portas, no governo Sartori, a Casa se mantém com atividades ininterruptas e, por isso, é lembrada como um dos espaços mais queridos da cidade.

O caso do Theatro São Pedro – que foi lembrado por 69%, segundo a pesquisa – é semelhante. Prestes a completar 160 anos (em 2018), a instituição, localizada junto aos Três Poderes do Estado, na Praça da Matriz, tem garantida por este governo uma programação artística de excelência, não só na construção original, mas com espetáculos em outros espaços, muitos gratuitos, garantindo o acesso à cultura a todos os públicos que, aliás, costumam lotar as apresentações.

Nos dois casos, o sucesso só é possível porque, ao lado das instituições públicas, existem associações de amigos atuantes, assim como no Museu de Artes Visuais do Rio Grande do Sul (que foi o terceiro mais lembrado pelos gaúchos). Esta relação do Governo do Estado com as organizações colaborativas dos espaços culturais é o que garante a construção coletiva de políticas culturais relevantes, materializadas em locais como estes.

E por falar em parcerias, não podemos deixar de lembrar que os patrocinadores são fundamentais e, entre eles, um destaque vale para o Banrisul, que como banco público, garante recursos para diversas ações da área. É o fazer mais com menos, juntos pela cultura e todos pelo Rio Grande.

Victor Hugo
Secretário da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer – RS