Ospa apresenta obras de Mozart e Beethoven em recital no MARGS

Quartetos de cordas escritos pelos dois compositores serão interpretados por músicos da Ospa e convidados na Pinacoteca do Museu -  Foto: Erico Bezerra

Quartetos de cordas escritos pelos dois compositores serão interpretados por músicos da Ospa e convidados na Pinacoteca do Museu – Foto: Erico Bezerra

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (MARGS) será palco neste domingo (17) do próximo recital da Série Música no Museu, realizado em parceria com a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). Marcado para as 16h30, o programa conta com quartetos de cordas escritos por Ludwig van Beethoven e Wolfgang Amadeus Mozart e tem entrada franca.

A iniciativa promove seu quinto evento do ano com o grupo formado por Leonardo Bock (violino), Ariel Polycarpo (violino), Carol Argenta (viola) e Rodrigo Alquati (violoncelo), músicos atuantes junto à Ospa, apresentando-se em meio à exposição “A paisagem no tempo – Carlos Petrucci e o acervo do MARGS”, em cartaz na Pinacoteca do museu.
O programa
Mozart (1756-1791) foi um ícone do classicismo vienense, enquanto Beethoven (1770-1827) desenvolveu sua obra na transição do período clássico para o romântico. Os dois criaram peças fundamentais não só no repertório de música sinfônica, mas também no da música de câmara.

Na primeira parte do recital, será interpretado o “Quarteto nº 9 em Dó maior”, escrito por Beethoven em 1808. Trata-se do último dos três quartetos encomendados pelo príncipe Andrey Razumovsky, então o embaixador russo em Viena. Em seguida, será executado um dos “Quartetos Haydn” de Mozart – conjunto de seis quartetos de cordas que ele escreveu durante seus primeiros anos em Viena, mais tarde dedicados a Joseph Haydn. É o “Quarteto nº 16 em Mi bemol Maior”, elaborado em 1783.

O grupo
O conjunto que se apresenta no recital é formado por músicos premiados que atuam na Ospa e também fazem participações nas mais importantes orquestras do Brasil. Leonardo Bock e Ariel Polycarpo, violinistas, foram aprovados no mais recente concurso público da orquestra, e estão em processo de nomeação. Rodrigo Alquati é violoncelista da Ospa e já recebeu o Prêmio Açorianos com diversas produções. Carol Argenta, violista formada pela Universidade Federal do RS, tem intensa atuação em recitais e formações de câmara em Porto Alegre.

A série
Lançada no ano passado, a série Música no Museu foi criada para institucionalizar a presença da música de câmara na programação da Ospa. Ela leva ao público repertórios para formações menos numerosas em relação à orquestra, além da produção de compositores que escrevem especificamente para essas formações. Em Porto Alegre, os encontros são promovidos uma vez por mês em parceria com o MARGS. O objetivo da série é também aproximar música, artes visuais e história em um espaço tradicional da cidade dedicado à preservação da nossa história cultural.
Exposições
Quem for ao recital poderá apreciar também, além da mostra “A paisagem no tempo – Carlos Petrucci e o acervo do MARGS”, as exposições “Uma possível história da arte do Rio Grande do Sul – Os Clubes de Gravura e a permanência do suporte”, “Neon” de Gelson Radaelli e “Do quadro à paisagem”, de Angela Zaffari.
Ospa
A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre é uma das fundações vinculadas à Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Governo do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, pela Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp e Enerfín/Ventos do Sul. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.
SERVIÇO – Recital Quarteto de Cordas | Série Música no Museu da Ospa
Quando: 17 de setembro, domingo, às 16h30
Onde: Museu de Arte do RS Ado Malagoli – MARGS (Praça da Alfândega, s/n – Centro Histórico)
Entrada franca